Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 09 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Negócios Corporativos

Alterada em 09/03 às 15h49min

Grupo Boticário compra Vult Cosmética

Com aquisição, Boticário passa a ser segundo maior grupo de maquiagem do País, com 15,3% do mercado

Com aquisição, Boticário passa a ser segundo maior grupo de maquiagem do País, com 15,3% do mercado


MARCELO G. RIBEIRO/JC
Agência O Globo
O Grupo Boticário confirmou nesta sexta-feira a compra da brasileira Vult Cosmética. Com a aquisição, o Boticário passa a ser o segundo maior grupo de maquiagem do Brasil, com 15,3% de mercado, ultrapassando a Natura e ficando atrás apenas da Avon. Até então, o grupo ocupava o terceiro lugar no mercado (11,3%) e a Vult o sexto (4%), de acordo com dados da Euromonitor. Os valores do negócio não foram divulgados 
O Grupo Boticário controla cinco unidades de negócio: O Boticário, Eudora, quem disse, berenice?, The Beauty Box e Multi B. No ano passado, a empresa registrou alta de 7,5% na receita bruta, chegando a R$ 12,3 bilhões. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) ainda precisa aprovar a compra.
O negócio reforça a estratégia do Grupo Boticário, iniciada em 2010, de aumentar o seu alcance no mercado brasileiro de beleza. "A chegada da Vult complementa o nosso portfólio e fortalece o negócio, que é multimarca e multicanal. É uma empresa nacional, empreendedora e inovadora, que conquistou territórios e também ganhou a confiança dos brasileiros", destacou Artur Grynbaum, presidente do Grupo Boticário, por meio de nota.
A Vult está no mercado desde 2004 e é vendida sobretudo em farmácias e quiosques. Hoje, tem 35 mil pontos de venda. "Ao longo dos anos, a Vult cresceu e se consolidou no mercado de beleza nacional. A nossa união à uma empresa referência e de sucesso como o Grupo Boticário fortalece a marca. Seguiremos na empresa para alavancar nosso crescimento nos próximos anos", acrescentaram os fundadores da Vult, Murilo Reggiani e Daniela Cruz.
Nos últimos anos o Boticário tem crescido com base em expansão de sua rede e criação de novas marcas e modelo de negócios, como a venda direta. No final de 2017, Grynbaum afirmou que o grupo iria abrir entre 70 a 80 lojas e testar novos modelos de negócios. Uma das grandes apostas da companhia para este ano é a Multi B, que vende produtos das marcas do grupo em farmácias e perfumarias. É justamente esse o modelo de negócio da Vult - que também conta com quiosques em locais com grande circulação de público, como estações do metrô.
Do lado financeiro, a empresa tem garantido o seu crescimento por meio da geração de caixa. Em dezembro, o presidente do grupo descartou planos para abertura de capital do Boticário.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia