Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 20 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

música

Alterada em 20/03 às 11h29min

MGMT vem a Porto Alegre para show em novembro

Apresentação da dupla norte-americana será no Auditório Araújo Vianna

Apresentação da dupla norte-americana será no Auditório Araújo Vianna


Brad Elterman/Columbia Records/Divulgação/JC
A dupla norte-americana MGMT confirmou sua primeira apresentação em Porto Alegre no dia 13 de novembro, no Auditório Araújo Vianna (Avenida Osvaldo Aranha, 685). A banda, formada pelos nova-iorquinos Ben Goldwasser e Andrew VanWyngarden, apresentará a turnê do disco Little Dark Age, lançado em fevereiro deste ano.
Além do novo álbum, o show da dupla deve tocar sucessos conhecidos da cena indie mundial, como os hits Time to Pretend, Kids e Electric Feel, do disco Oracular Spectacular.
A turnê pelo Brasil inclui ainda shows no Rio de Janeiro e em São Paulo, nos dias 14 e 15 de novembro, respectivamente. A turnê começou pela Europa no fim de janeiro com passagens por Paris, Londres, Amsterdam, Berlim e Bruxelas.
Os ingressos para a apresentação estão à venda nos sites uhuu.com.br e queremos.com.br e custam entre R$ 120 (plateia alta lateral) e R$300 (plateia gold) no primeiro lote. As entradas também podem ser adquiridos sem taxa de conveniência na bilheteria do Teatro do Bourbon Country, do Auditório Araújo Vianna e no Campus II da Universidade Feevale.
O ingresso com preço promocional vale para pessoas que comprarem mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível e estudantes e idosos ganham desconto de 50%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia