Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

Acontece

Notícia da edição impressa de 16/03/2018. Alterada em 15/03 às 17h46min

Galeria Hipotética comemora três anos com exposição de bonecas

Mostra Fetiche e afeto apresenta bonecas em diferentes técnicas e suportes

Mostra Fetiche e afeto apresenta bonecas em diferentes técnicas e suportes


GALERIA HIPOTETICA/DIVULGAÇÃO/JC
A Galeria Hipotética (Visconde do Rio Branco, 431) comemora três anos de atividades neste sábado (17) com a inauguração da exposição coletiva Fetiche e afeto: elaborações artísticas em torno da boneca. A mostra reúne obras de artistas que vêm trabalhando com a temática da boneca, como Aline Arend, Ana Cândida Sommer, Antonio Vasques, Bruna Müller, Cláu Paranhos, Guilherme Castro, Jaqueline Buchabqui e Mariana Pellegrini. O evento de abertura acontece das 16h às 22h, e é aberto ao público, com entrada gratuita. A visitação pode ser feita de terça a quinta-feira, das 14h às 19h; nas sextas-feiras, das 10h às 13h e das 14h às 18h; e aos sábados, das 10h às 14h.
Tema recorrente na história da arte ao longo dos séculos, a iniciativa faz um breve recorte da representação da figura da boneca na arte contemporânea produzida no Rio Grande do Sul. Utilizando-se das técnicas do desenho, pintura, fotografia, escultura, gravura, serigrafia e vídeo, os artistas utilizam as bonecas para trazer à tona tanto os universos da infância, do lúdico, da brincadeira e do sonho quanto questões contemporâneas como a representação da mulher e do corpo feminino na arte e na cultura visual em geral.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia