Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

Acontece

Notícia da edição impressa de 16/03/2018. Alterada em 15/03 às 17h33min

Ney Matogrosso volta a se apresentar em Porto Alegre neste domingo

Músico sobe ao palco do Araújo Vianna para show da turnê Atento aos sinais

Músico sobe ao palco do Araújo Vianna para show da turnê Atento aos sinais


MARCOS HERMES/DIVULGAÇÃO/JC
Ney Matogrosso volta ao Auditório Araújo Vianna (Osvaldo Aranha, 685) neste domingo com o show da turnê Atento aos sinais. O artista sobe ao palco às 20h acompanhado da banda formada por Sacha Amback (direção musical e teclado), Marcos Suzano e Felipe Roseno (percussão), Dunga (baixo), André Valle (guitarra), Aquiles Moraes (trompete) e Everson Moraes (trombone). Os ingressos custam entre R$ 75,00 e R$ 150,00.
Com direção musical do tecladista Sacha Amback, o espetáculo é uma superprodução que conta com aparatos inéditos como quatro telas de LED que projetam vídeos cenários. Uma cadeira espelhada no centro do palco completa a cena, além dos figurinos ousados e salientes utilizados por Ney Matogrosso.
A turnê, que estreou em fevereiro de 2013, transformou-se em CD de estúdio no mesmo ano, ganhou também edição ao vivo em CD e DVD. O disco reúne 17 canções que incluem os registros de Amor - clássico do repertório dos Secos e Molhados, Astronauta lírico, Poema, Ex-amor e o poema Há minutos atrás como conteúdo extra. O disco traz músicas de compositores consagrados, como Caetano Veloso e Paulinho da Viola, além de Criolo e de Dani Black.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia