Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 05 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 06/03/2018. Alterada em 05/03 às 21h28min

Aeromóvel

Estou perplexo com o procedimento do prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato (PTB), quando ele, sem nenhum motivo, se coloca totalmente contra a construção do aeromóvel que ligaria o bairro Guajuviras à Estação Mathias Velho (Trensurb). É tão difícil (quase impossível) algum governante realizar algo para beneficiar diretamente o cidadão, e esta iniciativa mesmo tendo origem em outro governo deveria ter o apoio da atual gestão. Qualquer cidadão sabe das carências dessa comunidade, seria um salto de qualidade e um incremento social, político e econômico para a cidade de Canoas. O mais difícil foi a aprovação do projeto e o início da obra, resta apenas o eminente prefeito ter a grandeza e o comprometimento com o eleitorado e realizar tão importante obra. Prefeito, atenda aos anseios do seu eleitor, ele é o seu maior patrimônio. (Marcelino Pogozelski, Sintran)
Golpe?
Tem gente graúda, do alto escalão da Justiça, que ainda insiste no "golpe" contra Dilma Rousseff (PT). Como argumentos contra o atual governo, dizem que, depois que ela saiu, o desemprego só aumentou, a inflação (mentirosos os baixos índices atuais anunciados, PIB maior, volta dos empregos formais...) só aumentou, os pobres ficaram mais pobres, os benefícios sociais foram retirados, há um golpe militar em andamento no Brasil... Assim é demais. Havia cerca de 14 milhões de desempregados, hoje temos 12,6 milhões. Um horror, ainda, é claro. Além do mais, todas as equipes do IBGE, do Banco Central, da Fazenda, todos os seus funcionários públicos, teriam aderido a uma fabulosa teoria da conspiração contra o PT, falsificando dados? Será que ninguém é simpatizante do PT nestes órgãos que divulgam dados sobre inflação, desemprego/emprego e outros números oficiais? (Jomar Carraro, Rio Grande/RS)
Telefones x crianças
A tecnologia veio para ficar, isso é mais do que sabido, e não é de hoje. No entanto, vejo como o uso sistemático de telefones chamados de inteligentes está afastando as crianças da leitura e da redação. Em cinco ou 10 anos, teremos péssimos escritores de textos até os mais simples e que gaguejarão ao ler um livro. Isso é uma pena. Eu tive aulas de leitura, redação, desenho e até trabalhos manuais. Claro, outros tempos, outros contextos sociais, culturais e, principalmente, econômicos. Mas, com respeito, digo que éramos mais bem-educados, nos currículos escolares. (Arquimedes La Rotte, Três Coroas/RS)
Neymar
De tanto o Neymar simular faltas e quedas, quis o destino que tivesse uma lesão no metatarso do dedo do pé. Por outro lado, Tite, além de competência, teve sorte nesse episódio. Como sempre ficamos na dependência da Neymarmania. Agora, o chefe poderá nos amistosos escolher o substituto do "cai-cai". (Jorge D. Hexsel, Florianópolis/SC)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia