Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 01 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 02/03/2018. Alterada em 01/03 às 21h28min

Concurso

Pelo visto, muito em breve, no Brasil só duas carreiras de curso superior terão interessados: Medicina e Direito. Estou desempregado há um ano e meio, e busco, avidamente, pelas notícias de concursos públicos. Pois prefeituras e estados, além de empresas públicas ou autarquias, só querem, majoritariamente, buscar médicos em todas as especialidades ou cargos que exigem bacharelado em Direito. Os que, como eu, optaram pelo Magistério, Comunicação, Turismo, Economia e outros cursos superiores estão à míngua. (Rodrigo Bernardes, Porto Alegre)
Viaduto
Solicito ação imediata e efetiva da Brigada Militar em conjunto com a Guarda Municipal para acabar com a marginalidade e a podridão que se instalaram embaixo dos arcos do viaduto Otávio Rocha, no Centro de Porto Alegre. Algeme-se quem for bandido em algum corrimão ou barra de ferro, já que acabou espaço nos cárceres. Quem for apenas morador de rua, que leve-se aos albergues da cidade. Aquele nível de degradação é absolutamente intolerável! (Rafael Oliveira, Porto Alegre)
Estacionamento
Ao chegar em casa, após 20 dias de veraneio, encontrei o cordão da calçada em frente de minha residência pintado de amarelo, limitado por uma placa dizendo Carro Oficial. Fiquei sem saber se poderia ou não estacionar meu carro em frente à porta da casa para descarregar as malas e outros objetos trazidos da praia. Assim mesmo estacionei e descarreguei o veículo. Agora, estou sem saber se quando fizer compras no supermercado poderei descarregá-las no local, pois consultei a prefeitura e até agora não obtive resposta. A demarcação da área foi pelo fato de haver um quartel da Brigada Militar do outro lado da rua, que, aliás, possui um pátio grande para estacionar veículos da corporação e de autoridades que comparecem ao quartel. Isso prova que vivemos numa falsa democracia onde o autoritarismo das leis de ocasião sufoca os direitos da cidadania. Os governos são meios. Os fins são os governados, mas quem se adona de tudo, inclusive do nosso dinheiro via impostos escorchantes, são os mandarins do poder. Até quando, hein? (Lino Tavares, jornalista)
IRPF
A Receita Federal deveria também dar prazo para que as fontes pagadoras, públicas e particulares, fornecessem aos seus servidores, funcionários ou prestadores de serviços, o extrato dos ganhos para efeito do IRPF. Quinta-feira, dia 1 de março de 2018, e só recebi um extrato do tipo. A Receita Federal facilitou a declaração, com a antecipação do programa de 2018 pela internet. Mas, sem o fornecimento das empresas/serviços públicos e outras fontes, não dá para declarar o que se recebeu e os descontos legais. (Manuel Soares Silva, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia