Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Governo do Estado

Notícia da edição impressa de 01/03/2018. Alterada em 28/02 às 22h50min

Secretários do PP retomam hoje cargos no governo

Depois de terem voltado à Assembleia Legislativa, nesta terça-feira, para reforçar a base aliada na votação dos projetos do Executivo que alteram o Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul (IPE), Pedro Westphalen (PP) e Ernani Polo (PP) reassumem hoje as secretarias dos Transportes e da Agricultura, Pecuária e Irrigação, respectivamente. Como a votação das alterações no IPE ficou para a próxima terça-feira, os dois devem retornar ao Parlamento na semana que vem. "Volto à Assembleia Legislativa quantas vezes forem necessárias. Mas esses projetos estão bem costurados agora. Acredito que vamos aprovar na próxima sessão, com alguma folga. Vão sobrar votos", projetou Westphalen. 
Os representantes do PP no primeiro escalão do governo José Ivo Sartori (PMDB) devem ficar nos cargos até dia 15 de março - prazo estipulado pela executiva estadual do partido para os filiados deixarem os postos no governo Sartori. Depois dessa data, Westphalen e Polo devem concentrar mais esforços na próxima eleição, não só defendendo o candidato a governador do PP - Luis Carlos Heinze ou Antonio Weck -, mas também as suas próprias candidaturas. Westphalen vai tentar se eleger para a Câmara dos Deputados, Polo vai tentar a reeleição na Assembleia.
Aliás, foi também a direção gaúcha do PP que "entendeu que precisa assegurar a totalidade dos deputados da base de apoio na votação de importante matéria que envolve a Previdência do Estado (separação do instituto em IPE Prev e IPE Saúde). Razão pela qual deliberou autorizar o retorno dos dois secretários estaduais", conforme explica em uma nota. Na ausência dos secretários, os adjuntos assumiram os trabalhos: André Petry (PP), na pasta da Agricultura; e Vanderlan Frank Carvalho, na dos Transportes. Eles também devem dirigir as pastas na próxima semana.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia