Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Colômbia

Notícia da edição impressa de 01/03/2018. Alterada em 28/02 às 22h52min

Atentado a bomba atribuído ao ELN mata cinco militares

Um ataque a bomba atribuído ao Exército de Libertação Nacional (ELN) em Tibú, cidade colombiana perto da fronteira com a Venezuela, matou cinco militares e feriu outros dez na terça-feira. A ação ocorreu 24 horas depois de a guerrilha ter anunciado uma trégua unilateral entre 9 e 13 de março, próximo à eleição parlamentar. As negociações de paz com o governo, porém, estão suspensas desde janeiro.
Os soldados foram atingidos enquanto se deslocavam em caravana. Os feridos foram levados a hospitais de Cúcuta, no departamento de Norte de Santander.
O comandante do Exército, Ricardo Gómez, atribuiu a autoria à frente Juan Fernando Porras Amaya, que amplia sua presença na região fronteiriça. O presidente Juan Manuel Santos condenou a ação e prometeu buscar os responsáveis.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia