Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 18 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Saneamento

Notícia da edição impressa de 19/02/2018. Alterada em 18/02 às 20h21min

Dmae garante que água segue potável em Porto Alegre

O Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) divulgou, na sexta-feira, resultado das análises realizadas na água tratada que abastece Porto Alegre. Segundo o órgão, as análises hidrobiológica e de odor confirmaram a existência de floração de cianobactérias junto à foz do rio Gravataí, o que seria a origem do gosto e cheiro de terra constatado nas torneiras da Capital. Apesar das alterações, o Dmae garante que a água segue potável e segura para consumo.
Para tentar diminuir a sensação desagradável, o Dmae ampliou a adição de dióxido de cloro e iniciou a dosagem de carvão ativado no pré-tratamento da água para consumo humano. De acordo com o departamento, condições típicas do verão, como a escassez de chuvas e a maior limpidez da água, são favoráveis à ocorrência dos organismos. A mudança no sabor e odor da água vem sendo verificada há pelo menos três semanas, especialmente nas zonas Norte e Central da Capital.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia