Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Estradas

Alterada em 14/02 às 12h33min

Carnaval tem mais de 10 mil motoristas autuados nas rodovias federais do RS

O excesso de velocidade nas estradas foi o principal motivo das autuações

O excesso de velocidade nas estradas foi o principal motivo das autuações


PRF/divulgação/JC
Mais de 10 mil infrações foram flagradas de terça a sexta-feira nas rodovias federais do Rio Grande do Sul pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os número fazem parte do balanço parcial da Operação Viagem Segura de Carnaval, divulgados nesta quarta-feira (14). O excesso de velocidade foi o principal motivo das autuações, fator responsável por 7.170 multas nesses quatro dias do feriadão e Carnaval.
Ao todo, foram realizados mais de 4.000 testes de embriaguez, que resultaram em 164 pessoas autuadas. Desses, 96 motoristas foram autuados por se recusarem a fazer o teste. Mesmo assim, foram autuados em quase 3 mil reais e tiveram a CNH recolhida.
Além do policiamento ostensivo, a PRF utilizou o videomonitoramento para flagrar os motoristas que cometeram infrações, principalmente os que transitaram indevidamente pelo acostamento.
A fiscalização rigorosa por conta do Carnaval segue até o final desta quarta, quando encerrará a operação. O balanço completo da operação será divulgado na quinta-feira (15).
Até a manhã desta quarta-feira, 79 acidentes haviam sido registrados, sete deles com gravidade, e ao menos oito mortes, de acordo com a PRF.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia