Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

ensino superior

14/02/2018 - 11h44min. Alterada em 14/02 às 11h46min

Após erro em site, MEC libera lista de aprovados do ProUni

Nesta edição, o programa oferece 242.987 bolsas de estudo

Nesta edição, o programa oferece 242.987 bolsas de estudo


JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC
Folhapress
Após problemas no site, o MEC (Ministério da Educação) liberou o resultado da primeira chamada do ProUni (Programa Universidade para Todos) na manhã desta quarta-feira (14).
Por volta das 10h, o portal chegou a mostrar o link de "resultados disponíveis", que foi retirado do ar e trocado por "aguarde o resultado". Por volta das 11h, o site voltou ao normal. Em 2017, erro semelhante ocorreu na data de divulgação da primeira chamada.
O programa distribui bolsas para estudantes de baixa renda ingressarem em instituições privadas de ensino superior.
Os alunos que estão na primeira lista deverão comparecer a partir desta quinta-feira (15)na instituição de ensino para levar os documentos que constatem as informações dadas na inscrição. O prazo vai até o dia 23de fevereiro de 2017. A segunda chamada será divulgada no próximo dia 2 de março.
Para concorrer à bolsa, o candidato deve comprovar ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou ter sido bolsista integral em escola privada; não ter diploma de ensino superior e ter renda familiar mensal de até um salário mínimo e meio (R$ 1.431) por pessoa para bolsa integral e de até três salários mínimos (R$ 2.862) por pessoa para bolsas parciais.
Também podem participar pessoas com deficiência e professores do magistério da rede pública de ensino que integrem o quadro permanente da instituição de ensino.
Nesta edição, o MEC oferece 242.987 bolsas de estudo. Dessas, 113.863são integrais e 129.124 parciais (50% de desconto).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia