Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 02 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

CORRIGIR

ensino superior

Alterada em 02/02 às 12h27min

Fuvest divulga lista de aprovados do vestibular 2018

A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) divulgou na manhã desta sexta-feira (2) a lista de aprovados no vestibular 2018. O candidato deverá fazer matrícula presencialmente nos dias 5, 6 e 7 de fevereiro na Unidade de Ensino e Pesquisa para a qual o estudante foi aprovado.
A Fuvest é a principal porta de entrada para a Universidade de São Paulo (USP), que ainda seleciona 25% dos novos alunos pela nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Neste ano, das 40 vagas oferecidas pelo Sistema de Seleção Unificado (Sisu) e para pretos, pardos e indígenas, apenas nove foram preenchidas. A Medicina-USP aprovou apenas um candidato por cota racial.
O resultado do Sisu foi divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) no dia 29 de janeiro. Em 2018, todas as 42 Unidades de Ensino e Pesquisa da USP disponibilizaram vagas para o Sisu.
O classificado na seleção deverá apresentar o certificado de conclusão do Ensino Médio. No caso dos candidatos que já concluíram uma graduação, é necessário mostrar o diploma de curso superior. Além disso, a USP solicita o histórico escolar, um documento de identidade e uma foto 3x4 recente.
Foram reservadas este ano 2.745 vagas para o Sisu: um aumento de 407 vagas em relação ao ano passado. São 423 para ampla concorrência, 1.312 para alunos de escolas públicas e 1.010 para alunos oriundos de escolas públicas autodeclarados pretos, pardos e indígenas.
O candidato que se autodeclara preto, pardo ou indígena deverá, no momento da matrícula, assinar um formulário confirmando a informação fornecida no ato de inscrição como pertencente ao grupo.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia