Porto Alegre, segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Premiação do melhor do cinema britânico também é marcada por protestos contra o abuso sexual

Assim como nas recentes premiações nos EUA, a premiação do British Academy of Film and Television Arts (BAFTA) deste ano também foi marcada por protestos contra o abuso sexual, principalmente através das roupas pretas usadas pela maioria dos artistas. A cerimônia do melhor do cinema britânico aconteceu no domingo (18) e teve como a principal atração da noite Três Anúncios para um Crime, que se consagrou como o melhor filmeEntre os participantes da festa estavam o príncipe William de Gales e a duquesa Kate Middleton. A duquesa foi uma das poucas que não adotou o preto do manifesto – porque, pelas regras da Coroa britânica, a família real não deve aderir à manifestações. Na foto, integrantes do movimento Time's Up, de combate ao assédio, protestam no tapete vermelho contra o texto um projeto de lei sobre violência doméstica. O 'Time's Up Theresa', nas camisetas faz referência a  Theresa May, primeira ministra do Reino Unido.
 

FOTO DANIEL LEAL-OLIVAS/AFP PHOTO/JC