Porto Alegre, sábado, 17 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Aos 36 anos, Roger Federer se torna o tenista mais velho a liderar o ranking mundial

Com a vitória nas quartas de final do Torneio de Roterdã, na Holanda, nesta sexta-feira (16), sobre o holandês Robin Haase, o suíço Roger Federer garantiu seu retorno à liderança do ranking mundial. Na próxima segunda (19), quando a lista for divulgada oficialmente, ele se tornará, aos 36 anos, o mais velho tenista a estar no topo do ranking da ATP – a marca anterior era de Andre Agassi, que ocupou o topo aos 33 anos, em 2003. Entre as mulheres, o recorde é da americana Serena Williams, que esteve na liderança pela última vez aos 35 anos. "Ser o número 1 aos 36 anos, quase 37, é um sonho que se torna realidade", afirmou Federer, que fará 37 anos em 8 de agosto. Federer volta a jogar neste sábado, às 16h30min (horário de Brasília). Vai enfrentar o italiano Andreas Seppi na semifinal do torneio.
 

FOTO JOHN THYS/AFP/JC