Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 20 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

liga dos campeões

20/02/2018 - 20h33min. Alterada em 20/02 às 20h52min

Chelsea sai na frente mas cede o empate ao final da segundo etapa

Messi quebra tabu e marca o gol de empate contra o Chelsea

Messi quebra tabu e marca o gol de empate contra o Chelsea


IAN KINGTON/AFP/ IKIMAGES /DIVULGAÇÃO
Em uma noite pouco inspirada dos catalães e de uma estratégia defensiva dos londrinos, o primeiro jogo entre Chelsea e Barcelona válido pelas oitavas de finais da Liga dos Campeões, terminou em 1x1.
Sem poder de fogo no primeiro tempo, o Barcelona dominou o meio campo, mas não conseguiu furar a defesa inglesa. Aos 23 minutos, em uma jogada que começou com Iniesta na esquerda, a bola chegou a Lionel Messi perto da marca do pênalti, mas para o azar do argentino, havia oito jogadores do Chelsea o cercando dentro da área.
Já o Blues apostava nos contra ataques para assustar. Willian, em dois chutes de fora da área, carimbou as traves de Ter Stegen. Após as chances perdidas na primeira etapa, Willian abriu o placar aos 16' do segundo tempo em um lance parecido com os outros: uma bomba de fora da área indefensável, mas desta vez não havia a trave para parar o brasileiro.
Com o gol da equipe da casa, o Barcelona se jogou ao ataque, mas em uma noite apagada de Luis Suárez, pouco ameaçava o gol de Courtois. O empate só saiu após uma grande falha da defesa londrina. O zagueiro Christensen errou o passe na entrada da área, a bola sobrou para Inesta, que encontrou Lionel Messi sozinho. O argentino não desperdiçou e quebrou o tabu de não conseguir marcar contra o Chelsea. Foram oito jogos, inclusive com um pênalti perdido na semi final da Liga dos Campeões em 2012.
Ao final, o Barcelona obteve quase de 70% da posse de bola, mas não conseguiu traduzi-la em chances reais de gol. Foram apenas sete finalizações, contra 10 do Chelsea, que explorou apenas os contra-atraques.
Se Tite têm dúvidas sobre a possível titularidade de Willian, o jogo desta terça-feira só serviu para aumentá-las. O camisa 22 do Chelsea vive ótima fase e foi o melhor em campo. Além dos chutes nas traves e o gol, foram dos pés do brasileiro que saíram os contra ataques mais perigosos.
A partida de volta está marcada para 16/03 no Camp Nou. Com a vantagem o Barcelona pode empatar sem gols que se classificará.
O Bayern de Munique goleou o Besikitas por 5x0 e praticamente se garantiu nas quartas de finais da Liga dos Campeões.
Com um jogador a mais desde os 16' do primeiro tempo, a equipe alemã não teve dificuldades na partida. A expulsão aconteceu após o zagueiro croata Vida fazer falta em Lewandowski Os gols foram marcados por Lewandowski (2), Thomas Muller (2) e Conan.
O atacante brasileiro Vagner Love, especulado em clubes brasileiros no início do ano, até fez boas jogadas, mas foi substituído na segunda etapa
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia