Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

tênis

Alterada em 14/02 às 23h35min

Thomaz Bellucci perde de virada para argentino e cai nas oitavas em Buenos Aires

O tenista brasileiro Thomaz Bellucci sucumbiu à pressão da torcida e ao jogo agressivo do rival e foi eliminado nesta quarta-feira do Torneio de Buenos Aires, na Argentina. No ATP 250 disputado em quadras de saibro do Parque Roca, na capital argentina, o atual número 3 do Brasil e 137 do mundo perdeu de virada para o local Diego Schwartzman, 24.º colocado do ranking e cabeça de chave 5, por 2 sets a 1 - com parciais de 3/6, 6/3 e 6/2, em 1 hora e 49 minutos.
Mesmo derrotado, o tenista brasileiro deixa Buenos Aires com uma boa campanha em sua recente volta às quadras após ficar cinco meses cumprindo suspensão por doping - encerrada no final de janeiro. Depois de cair na estreia em Quito, no Equador, na semana passada, Thomaz Bellucci viajou à Argentina para disputar o qualifying e venceu duas vezes para passar à chave principal, na qual passou com tranquilidade na primeira rodada pelo local Pedro Cachin.
As três vitórias na capital argentina renderão a Thomaz Bellucci bons pontos para o ranking mundial, no qual nesta semana despencou 29 posições por não ter defendido a semifinal do Torneio de Quito, no Equador, na semana passada. Seu próximo desafio será o Rio Open, na próxima semana, onde recebeu convite da organização para entrar direto na chave principal.
Em quadra, Thomaz Bellucci fez uma partida de altos e baixos contra Diego Schwartzman, contra quem agora tem um retrospecto negativo de três derrotas e duas vitórias no circuito profissional. O brasileiro foi bem superior no primeiro set e se aproveitou da irregularidade do rival para obter três quebras - uma foi devolvida pelo argentino - e fechar em 6/3.
Inconstante, o tenista brasileiro abusou dos erros não-forçados no segundo set e Diego Schwartzman aproveitou para quebrar o saque uma vez e vencer por 6/3. Na terceira parcial, o argentino ficou em vantagem de 4/1 e teve calma e a ajuda da torcida para manter o seu serviço e ganhar a partida.
Nas quartas de final, Diego Schwartzman terá pela frente o esloveno Aljaz Bedene, que nesta quarta-feira surpreendeu de virada o espanhol Albert Ramos-Vinolas, cabeça 3 e vice-campeão em Quito, por 2 sets a 1 - com parciais de 3/6, 7/5 e 6/1.
Outro que avançou às quartas de final foi o argentino Guido Pella, que bateu o espanhol Fernando Verdasco, oitavo pré-classificado e algoz do brasileiro Thiago Monteiro na primeira rodada, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia