Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 20 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

varejo

Alterada em 20/02 às 10h02min

Walmart tem queda no lucro líquido a US$ 2,18 bilhões no 4º trimestre fiscal

A receita da companhia, por sua vez, subiu a US$ 136,3 bilhões

A receita da companhia, por sua vez, subiu a US$ 136,3 bilhões


WALMART/DIVULGAÇÃO/JC
O Walmart informou nesta terça-feira que seu lucro líquido recuou a US$ 2,18 bilhões, ou US$ 0,73 por ação, no quarto trimestre fiscal, de US$ US$ 3,76 bilhões, ou US$ 1,22 por ação, em igual período do ano anterior. O lucro ajustado por ação ficou em US$ 1,33, quando analistas ouvidos pela FactSet esperavam US$ 1,37. A receita da companhia, por sua vez, subiu a US$ 136,3 bilhões, de US$ 129,75 bilhões anteriormente, o que superou a previsão de US$ 134,91 bilhões.
A gigante do varejo dos EUA informou que suas vendas nas mesmas lojas no país tiveram aumento de 2,6% no quarto trimestre fiscal, encerrado em 31 de janeiro, acima do ganho de 1,8% registrado um ano antes. A companhia teve um crescimento de 23% em suas vendas digitais nos EUA, menos que o avanço de 50% obtido um ano antes.
Para todo o ano fiscal, a Walmart espera que as vendas em lojas comparáveis tenham crescimento de 2% e as vendas líquidas avancem de 1,5% a 2%. Após o balanço, porém, a ação recuava 3,8% no pré-mercado em Nova Iorque, por volta das 9h30min (de Brasília).
A receita anual da companhia superou US$ 500 bilhões pela primeira vez no ano fiscal de 2018.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia