Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 01 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 01/02 às 20h19min

Bolsas de Nova Iorque não apresentam direção definida em dia de balanços

As bolsas de valores dos Estados Unidos não apresentaram direção definida nesta quinta-feira (1º) numa sessão recheada de balanços importantes. No entanto, os índices permanecem perto das máximas históricas.
O índice Dow Jones fechou em alta de 0,14%, aos 26.186,71 pontos; o S&P 500 caiu 0,06%, para 2.821,98 pontos; e o Nasdaq perdeu 0,35%, encerrando aos 7.385,86 pontos.
Uma série de balanços provocou oscilações em ações individuais, nesta quinta-feira. As ações da eBay saltaram 14% após a companhia divulgar projeções para o ano que superaram as estimativas de analistas.
Já a Mastercard viu seus papéis avançarem 1,9% após a companhia de cartões de crédito reportar vendas e lucro líquido melhores que o esperado no quarto trimestre do ano passado.
As ações da UPS recuaram 6,7% após a companhia dizer que seus últimos resultados trimestrais foram prejudicados pelos custos de atrasos em entregas na temporada de feriados. Já a fabricante de chocolates Hershey's perdeu 6,2% ao registrar ganhos e receitas menores que as estimativas do mercado.
As gigantes da tecnologia Alphabet - dona da Google -, Amazon.com e Apple, bem como a Visa, divulgaram balanços após o fechamento do mercado acionário em Nova York. As ações da Alphabet fecharam em queda de 0,19%; as da Amazon despencaram 4,20%; as da Apple subiram 0,21%; e as da Visa avançaram 1,20%.
Logo após o fechamento dos mercados, a Alphabet informou prejuízo líquido de US$ 3,02 bilhões no quarto trimestre do ano passado, o equivalente a US$ 4,35 por ação. De acordo com a companhia, o resultado foi afetado pela reforma no sistema tributário dos Estados Unidos, que cobrou um imposto único de US$ 11,04 bilhões, após ser aprovada em dezembro.
A Amazon.com teve lucro líquido de US$ 1,9 bilhão no mesmo período; a Apple lucrou cerca de US$ 20 bilhões e a Visa registrou ganhos de US$ 2,52 bilhões.
Às 19h43, as ações da Alphabet recuavam 3,52%; a Amazon ganhava 5,61%; a Apple perdia 0,78% e a Visa recuava 1,81%.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia