Porto Alegre, quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Jornal da Lei

COMENTAR | CORRIGIR

Opinião

26/02/2018 - 21h39min. Alterada em 26/02 às 18h11min

Cinco motivos para poupar mesmo se a reforma da Previdência não passar

Reinaldo Domingos
A semana começou com protestos contra a reforma da Previdência em todo o País. Independentemente da aprovação, é importante que o brasileiro guarde dinheiro para garantir uma aposentadoria tranquila. Veja 5 motivos para poupar:
A semana começou com protestos contra a reforma da Previdência em todo o País. Independentemente da aprovação, é importante que o brasileiro guarde dinheiro para garantir uma aposentadoria tranquila. Veja 5 motivos para poupar:
  1. O salário do INSS é muito importante para os brasileiros e um direito do trabalhador. Entretanto o valor não é suficiente para manter o padrão e a qualidade de vida. Em consequência, mais de um terço dos aposentados brasileiros, 33,9%, continuam trabalhando para complementar a renda, segundo pesquisa do SPC Brasil e da CNDL.
  2. Será que para viver dignamente você precisará da ajuda de parentes ou de outras pessoas? Infelizmente, isso acontece com milhões de brasileiros. É importante ter consciência que, mesmo tendo trabalhado a vida toda, com carteira assinada, a quantia recebida dificilmente será suficiente.
  3. Ao que tudo indica, os trabalhadores se aposentarão cada vez mais tarde, por conta do crescimento da expectativa de vida do brasileiro. Para deixar de trabalhar no momento que quiser - ou passar a trabalhar apenas por prazer -, é preciso poupar parte da renda durante o período produtivo.
  4. Quanto antes começar a pensar em seu futuro, poderá poupar quantias menores e se beneficiar dos rendimentos ao longo dos anos. Há diversos investimentos adequados para a aposentadoria, como previdência privada e Tesouro Direto. Vale a pena conhecer um pouco mais a respeito.
  5. Poucas pessoas têm o hábito de pensar no longo prazo (acima de 10 anos), com receio de que o objetivo não seja atingido. Mas é possível conquistar a renda que garanta o padrão de vida desejado. Há uma planilha automatizada que indica o quanto se deve poupar mensalmente para conseguir, baixe gratuitamente em: www.dsop.com.br/downloads-arquivos/ (Cálculo de Aplicação para Independência Financeira).
Presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros 
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

EXPEDIENTE

Reportagens