Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 21 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Lava Jato

Notícia da edição impressa de 22/01/2018. Alterada em 21/01 às 22h51min

PT decide hoje sobre vinda de Lula a Porto Alegre; Via Campesina faz caminhada no Centro

MST já iniciou montagem de acampamento no Anfiteatro Pôr-do-Sol

MST já iniciou montagem de acampamento no Anfiteatro Pôr-do-Sol


MST/DIVULGAÇÃO/JC
"Tem 80% de chances de Lula vir a Porto Alegre no dia 23", declarou o vice-presidente estadual do PT, Carlos Pestana, em coletiva de imprensa na sexta-feira, sobre a vinda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para participar de atividades na capital gaúcha em função do julgamento do processo do qual é réu no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).
Se vier a Porto Alegre, o ex-presidente participará de atividade às 17h na Esquina Democrática, no Centro da Capital, e retornará a São Paulo ainda na terça-feira, de onde deverá acompanhar a sessão de julgamento, no dia 24. "Por enquanto, Lula aguarda posição dos seus advogados sobre a conveniência de vir", explicou Pestana.
Também foram apresentadas as mobilizações previstas para a essa semana, iniciando hoje com a marcha da Via Campesina, saindo da ponte do Guaíba em caminhada até o Anfiteatro Pôr-do-Sol, onde o acampamento estava sendo montado desde ontem. Segundo a assessoria de imprensa do MST, cerca de 200 sem-terra estão envolvidos na construção das tendas, que servirão não só como alojamento, mas também como plenária para debates.
Alguns militantes do interior do Paraná também já estavam a caminho, mas a maioria das caravanas deve desembarcar somente hoje. A Frente Brasil Popular espera 300 ônibus do interior do Paraná e 150 de outros estados, em um total de cerca de 30 mil pessoas.
Entre as alterações previstas para o trânsito está o bloqueio para veículos da avenida Edvaldo Pereira Paiva (Beira-Rio), que deve acontecer ainda hoje, desde a Usina do Gasômetro até o Estádio Beira-Rio, prevendo espaço para estacionamento de ônibus e circulação de quem acampar.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia