Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 20 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

CORRIGIR

governo federal

Alterada em 20/01 às 17h57min

Raquel Dodge vai ao Reino Unido por combate à 'escravidão contemporânea'

A procuradora-geral da República Raquel Dodge viaja em missão oficial a Londres na próxima semana, de 22 a 24 de janeiro, acompanhada do embaixador britânico Vijay Rangarajan. Em pauta, o combate à "escravidão moderna".
Raquel vai apresentar a experiência do Brasil no combate ao trabalho análogo à escravidão. Ela quer conhecer o trabalho desenvolvido por instituições britânicas e fortalecer a cooperação jurídica com as autoridades do Reino Unido. A visita de Raquel foi organizada pela Missão Diplomática Britânica no Brasil.
As informações sobre a viagem de Raquel e do embaixador britânico foram divulgadas simultaneamente pela Procuradoria-Geral da República e pela Embaixada Britânica em Brasília.
Além de reuniões com autoridades que atuam na prevenção e combate a esse tipo de crime, Raquel vai fazer, no dia 24, uma palestra no King´s College sobre a luta do Brasil contra a escravidão moderna.
A secretária de Cooperação Internacional da PGR, Cristina Romanó, e a secretária de Direitos Humanos do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Ivana Farina, acompanharão a PGR na missão.
Na segunda-feira, 22, Raquel participará de duas mesas redondas, além de reuniões no Foreign & Commonwealth Office (FCO), órgão equivalente ao Ministério das Relações Exteriores no Brasil.
Os debates vão tratar da atuação doméstica e internacional do Reino Unido no combate ao trabalho escravo contemporâneo. A PGR também se reunirá com o vice-ministro de Estado para a Comunidade Britânica e Nações Unidas do FCO, responsável por assuntos ligados à prevenção de violência sexual em conflitos.
Na terça-feira, 23, a procuradora-geral vai visitar o Serious Fraud Office (SFO), agência especializada do Reino Unido que atua no combate à corrupção, para fortalecer a cooperação jurídica e o intercâmbio de informações entre os dois países.
Também está prevista reunião com o Comissário Independente Antiescravidão (Iasc) e representantes do Crown Prosecution Service (órgão equivalente ao Ministério Público no Brasil) para tratar de ações para o combate ao trabalho análogo ao de escravo e o tráfico de pessoas.
Durante a missão, a PGR se reunirá com a chefe do Ministério Público britânico, Alison Sounders, na quarta-feira, 24. Estão previstos, ainda, encontros com a presidente e representantes da Suprema Corte.
O único compromisso aberto ao público será a palestra para estudantes e a comunidade jurídica sobre a luta do Brasil contra a escravidão moderna, que será realizada às 18h30 (horário britânico), no King´s College.
O evento é uma parceria do King´s Brazil Institute, da Lex Anglo-Brazil e da Embaixada Britânica.
O último dia da missão, 24, terá encontros que visam a troca de experiências em questões judiciárias, incluindo uma reunião que tem como pauta a abordagem judicial de direitos humanos, com a presidente da suprema corte britânica, a baronesa Hale.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia