Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 28 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Espanha

28/01/2018 - 18h15min. Alterada em 28/01 às 18h16min

Corte espanhola determina que Puigdemont deve retornar para ser reeleito

Tribunal disse que Puigdemont deve pedir autorização judicial para participar da sessão

Tribunal disse que Puigdemont deve pedir autorização judicial para participar da sessão


NICOLAS METERLINCK/AFP/JC
A mais alta corte espanhola determinou que o ex-presidente fugitivo da região da Catalunha, Carles Puigdemont, deve retornar ao país e se apresentar ao parlamento catalão para receber autoridade para formar um novo governo.
A Corte Constitucional determinou neste domingo (28) que uma sessão do parlamento catalão marcada para a próxima terça-feira seria suspensa se Puigdemont tentar ser reeleito sem estar fisicamente presente na câmara. O tribunal também disse que Puigdemont deve pedir autorização judicial para participar da sessão.
Legisladores separatistas da Catalunha têm considerado votar para que Puigdemont volte a ser líder regional, sem que tenha que voltar da Bélgica, onde está exilado, desde que fugiu da Espanha, após o parlamento fazer uma declaração de independência malsucedida em outubro. Ele deve ser preso quando voltar para a Espanha.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia