Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 21 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Síria

Notícia da edição impressa de 22/01/2018. Alterada em 21/01 às 20h53min

Exército turco e milícias sírias avançam contra curdos no Norte

Tropas turcas e forças de oposição sírias atacaram ontem um reduto curdo na região Norte da Síria, em uma tentativa de expelir da região uma milícia apoiada pelos Estados Unidos. Oficiais turcos afirmam que os soldados entraram na cidade de Afrin um dia após aeronaves e unidades de artilharia turcas atacarem outros alvos.
Ancara considera a milícia curda um grupo terrorista e uma ameaça de segurança por causa de sua afinidade com rebeldes no Sul da Turquia. No sábado, o Exército turco lançou ataques aéreos em Afrin e fez com que a Rússia retirasse tropas da região. De acordo com o premiê turco, Binali Yildirim, os aviões de guerra destruíram quase todos os pontos de controle curdo na cidade. Ao menos 70 aviões foram envolvidos na operação. A Síria condenou o ataque, chamando a operação de "agressão", e ameaçou derrubar aviões turcos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia