Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 14 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Notícia da edição impressa de 15/01/2018. Alterada em 14/01 às 20h51min

Ativistas protestam após declaração de Donald Trump sobre imigrantes

A frase "este lugar é uma merda" foi projetada no sábado, junto a outras mensagens, em frente a um hotel de Donald Trump, na cidade de Washington. O protesto ocorreu após acusações de que o presidente dos Estados Unidos teria usado essa expressão para se referir a imigrantes vindos de países africanos, de El Salvador e do Haiti em uma reunião com parlamentares.
O comentário ofensivo, negado pelo mandatário, mas confirmado por um senador, provocou críticas em todo o mundo. "Ele (Trump) fez esses comentários torpes e vulgares, chamando as nações de onde eles (imigrantes) vêm de 'países de merda' - esta é a palavra exata usada pelo presidente, não só uma vez, mas repetidamente", disse o senador democrata Dick Durbin.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia