Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 30 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Segurança

Notícia da edição impressa de 31/01/2018. Alterada em 30/01 às 22h08min

Terreno para presídio em Bento Gonçalves é doado ao Estado

O governo do Rio Grande do Sul e a prefeitura de Bento Gonçalves firmaram, ontem, termo de doação para o Estado de um terreno onde será erguido o novo presídio da cidade. O processo vem sendo conduzido desde 2004, quando foi confirmada a desapropriação do terreno. Embora só agora tenha tido a transferência de titularidade oficializada, a área já havia sido repassada pelo município ao Estado em 2008.
A área, de cerca de 143 mil metros quadrados, está localizada na Linha Palmeiro, no distrito de São Pedro. O projeto prevê um complexo prisional de 420 vagas, com custo de construção avaliado em cerca de R$ 30,9 milhões. A obra deve ser tocada pela Verdi Sistemas Construtivos, mesma empresa responsável pela penitenciária de Canoas. Não há, no momento, uma data oficial para a inauguração do complexo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia