Sobre o Autor
Rafael Terra, crédito  Lucas Franck, divulgação. Foto: /LUCAS FRANCK/DIVULGAÇÃO/JC

Rafael Terra

CEO da agência Fabulosa Ideia e professor de MBA da ESPM e da Pucrs

Vinte e seis tendências e insights de Marketing Digital para 2018

1 Lojas híbridas

Experiência no real e processo de compra no virtual via apps. Isso diminui transtornos financeiros e a necessidade de grandes estoques, já que parte dessas lojas tem mostruário apenas para experiência do consumidor, e a entrega do produto é realizada em casa. Exemplo do Pier X, um espaço híbrido no Shopping Iguatemi de Porto Alegre.

2 Netflix x sua empresa

É fato: todos amam a Netflix. E o grande motivo é o baixo valor da assinatura em troca de grande variedade de conteúdo. Sua empresa pode pegar esta onda fazendo combos de seus produtos e serviços. O consumidor gosta de comprar o "bastantão" por um preço menor.

3 Chatbots

Sua empresa ainda terá um nos próximos anos. E esta necessidade de um robozinho que conversa 24h se dá pelo grande acesso das mídias sociais à noite e nos fins de semana. A marca precisa estar disponível quando o cliente a contatar. Recomendo para Facebook o chatbot Its Alive, no site https://itsalive.io.

4 Anúncios no Messenger

Se os chatbots estão em alta, as mensagens patrocinadas no Messenger do Facebook, também. Isto causa um "estranhamento bom" nas pessoas. "Afinal, como esta mensagem veio parar aqui" é pergunta que muitos se fazem. Se bem executado, é uma ótima forma de puxar papo com seu público-alvo.

5 LinkedIn ganhando o espaço que merece

Muita gente acha que esta rede é só para colocar currículo e esquece de produzir conteúdo. Pois a verdade é que o Linkedin tem um dos maiores alcances orgânicos e é a mais poderosa mídia social de prospecção de clientes.

6 E a sua Black Friday?

As pessoas só precisam de um motivo para comprar. Isto tem até nome: gatilhos mentais. Ou seja: crie suas Black Fridays. Não está vendendo? Crie a semana disso ou daquilo.

7 Google Post

É uma ferramenta nova do Google Meu Negócio que serve para destacar artigos rápidos quando as pessoas buscam por sua empresa.

8 Indústria x e-commerce

A indústria, principalmente em datas como Black Friday, tem escoado a sua produção em e-commerces próprios. E isso tem obrigado os grandes varejistas a agregarem um plus nos seus serviços, como consultorias grátis e outros mimos aos clientes.

9 Drone marketing

Os drones não são novidade, mas existem ainda poucas empresas que apostam numa estratégia a longo prazo com eles. Muito indicado para indústrias mostrarem e humanizarem a grandiosidade de suas marcas.

10 Educação on-line em vídeo

E-books darão espaço para videoaulas em 2018.

11 Vídeos longos e curtos. Mas vídeos!

Foi-se o tempo em que vídeo para YouTube tinha que ser curto, de no máximo 3 minutos. O tempo do vídeo ideal é o tempo da sua história, sem enrolação.

12 Legendas são a lei!

É crescente o número de pessoas que assistem a vídeos em seus smartphones em espaços públicos. E este fato faz com que vídeos legendados sejam mais propensos a serem vistos.

13 Facebook x YouTube

O Facebook não gosta do YouTube, cada dia a rede social de Zuckerberg quer crescer no mercado de vídeos. A dica é investir em vídeos nativos na própria plataforma, não usar jamais link do YouTube no Facebook, pois o alcance será baixíssimo.

14 Lives

As lives no Facebook e Instagram são os formatos de conteúdo que mais geram engajamento para as marcas. No Instagram, inclusive, a rede valoriza no feed marcas e pessoas que geram conteúdos ao vivo.

15 E-commerce no YouTube

YouTube também é lugar de vender. Muita gente esquece que pode colocar links dentro do vídeo e transformar o conteúdo num verdadeiro e-commerce.

16 Hashtags

Agora, além de perfis, é possível seguir hashtags no Instagram. E toda marca deve ter e impulsionar a sua hashtag oficial.

17 Influenciadores digitais professores

No ano passado, vimos o Whindersson Nunes, brasileiro mais influente do YouTube, lançando curso on-line. Mais influenciadores devem ir por este caminho em 2018.

18 Anúncio nos stories do Instagram

Ele permite sua marca chegar nas stories de pessoas que ainda não a seguem.

19 WhatsApp é lead

Peça em seus formulários de cadastros número do WhatsApp dos seus consumidores, e não número de telefone.

20 Assessoria de Imprensa x Inbound Marketing

Uma tendência é a união destas duas disciplinas. Agora, além de o release render mídia, ele terá que render leads para a empresa.

21 A volta do blog

Meio esquecido nos últimos anos, os blogs voltam como principal pilar da estratégia de conteúdo das marcas em 2018.

22 Estratégias de remarketing baseadas em conteúdo

Remarketing são aqueles anúncios que te seguem na web. Só que, agora, em vez de te oferecer algo para comprar, a onda é oferecer algum material com um plus de conteúdo sobre o produto em questão.

23 Geolocalização

Toda oferta digital geolocalizada tem mais chances de obter sucesso. Pois as pessoas não são. Elas estão!

24 Velhas fórmulas estão ficando chatas

O uso massivo de fórmulas de lançamento, e-books para gerar cadastros e outras técnicas manjadas terá de ser repensado nos próximos anos. O público hoje já sacou que isso é estratégia para vendas futuras e está mais atento.

25 Direct no Instagram

Surpreenda seus clientes através de directs. Pessoas são curiosas e irão imediatamente ver qual a nova mensagem que chegou.

26 Experiência e relacionamento

Todas as tendências acima são importantes e geram negócios, mas elas são vazias se sua marca não gerar boas experiências e relacionamento a longo prazo com seu clientes. Estas duas tendências nunca saem de moda.
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Mostre seu Negócio