Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 29 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Indústria

Notícia da edição impressa de 30/01/2018. Alterada em 29/01 às 22h56min

Incêndio atinge fábrica das Empresas Randon, em Caxias do Sul

Fogo começou por volta das 9h30min e foi controlado antes do meio-dia

Fogo começou por volta das 9h30min e foi controlado antes do meio-dia


/DOUGLAS MOREIRA VIEIRA/DIVULGAÇÃO/JC
Roberto Hunoff, de Caxias do Sul
A unidade de pintura de autopeças da Randon Implementos, de Caxias do Sul, foi atingida por princípio de incêndio na manhã de ontem. O fogo, que começou por volta de 9h30 em uma cabine de pintura, foi controlado antes do meio-dia pela ação da Brigada de Incêndio da empresa e do Corpo de Bombeiros, que tiveram o auxílio de brigadistas de empresas de Caxias do Sul.
No início da noite, em informação oficial, o grupo confirmou que 15 pessoas haviam sido levadas a hospitais para observação e cuidados por razão da inalação de fumaça, mas que todas foram liberadas. Da mesma forma, um trabalhador sofreu ferimentos leves em uma das pernas. Ainda informa que a Brigada de Incêndio da empresa e o Corpo de Bombeiros trabalham na averiguação das causas, aguardando o resultado da perícia técnica.
O local atingido, segundo a empresa, representa apenas 1% da produção do setor de pintura. As suas atividades foram remanejadas para as demais áreas das Empresas Randon, não ocorrendo prejuízo significativo ao processo. O comunicado encerra indicando que a empresa busca restabelecer a operação no setor atingido, sendo que as demais áreas operam normalmente.
Pela manhã, o local atingido foi evacuado e isolado. Setores administrativos e outras partes da produção não foram evacuados inicialmente, mas o horário de almoço foi adiantado e as atividades, retomadas normalmente à tarde. Em torno de 1,2 mil funcionários trabalham na unidade. As demais seis empresas do grupo, instaladas no mesmo complexo, não sofreram impactos diretos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia