Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 23 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Conjuntura internacional

Alterada em 23/01 às 14h35min

Premiê da Índia defende livre comércio em discurso no Fórum Econômico Mundial

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, disse que a recente onda de protecionismo comercial, em que governos levantam barreiras ao livre comércio entre nações, é "preocupante".
Em discurso de abertura do Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, Modi disse que "as forças do protecionismo estão levantando a cabeça contra a globalização". Sem mencionar diretamente o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ou as políticas de Washington, Modi afirmou que "a solução para esta situação preocupante contra a globalização não é o isolamento".
Os comentários de Modi vêm pouco depois do governo americano ter aprovado tarifas sobre painéis solares chineses e máquinas de lavar sul-coreanas para ajudar os fabricantes dos EUA.
Em determinado momento do discurso, o premiê indiano citou Gandhi ao dizer que "eu não quero que as janelas da minha casa fiquem fechadas para todas as direções. Eu quero que os ventos das culturas de todos os países entrem na minha casa e saiam também".
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia