Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 19 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Telecomunicações

Alterada em 19/01 às 15h31min

Lançado programa que expande acesso à banda larga no Rio Grande do Sul

Segundo Kassab, governo federal investiu quase R$ 3 bilhões para levar internet a todo País

Segundo Kassab, governo federal investiu quase R$ 3 bilhões para levar internet a todo País


LUIZ CHAVES/PALÁCIO PIRATINI/JC
Foi lançado na manhã desta sexta-feira (19), no Palácio Piratini, o Internet Para Todos, programa que visa a levar internet banda larga com preços reduzidos às cidades que ainda não possuem conectividade. A conexão será repassada aos municípios por meios de antenas instaladas pelas prestadoras do serviço e, conforme o governo do Rio Grande do Sul, o acesso não será totalmente gratuito, mas terá preços abaixo do valor de mercado.
Todos os municípios gaúchos interessados em aderir ao programa podem se candidatar a receber as estruturas e, assim como as operadoras de banda larga, devem se inscrever junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Compete também à administração municipal aprovar a isenção do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) de todas as atividades ligadas ao programa, a indicação e a segurança do local onde ficará o equipamento e sua fonte de energia.
Em seguida, as empresas habilitadas devem instalar, junto à Telebras, as antenas que permitem o acesso aos serviços. De acordo com o Ministério, os contratos com as prefeituras e a instalação dos equipamentos devem começar ainda no primeiro semestre deste ano.
Na cerimônia de lançamento, o ministro do (MCTIC), Gilberto Kassab, disse que o governo federal investiu quase R$ 3 bilhões para fazer com que o serviço de banda larga chegue a 100% do território nacional. Segundo Kassab, a iniciativa só foi possível depois que Brasil lançou o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), em maio de 2016.
Por sua vez, o governador José Ivo Sartori (PMDB) ressaltou que o País possui um grande “abismo digital” e aguarda a “democratização do acesso à tecnologia”, que, segundo ele, o novo programa pode resolver. “Tanta desigualdade acaba provocando diferenças de oportunidades e causando exclusão”, afirmou o governador.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia