Porto Alegre, segunda-feira, 16 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Mercado de Capitais

18/01/2018 - 00h17min. Alterada em 17/01 às 21h57min

Ibovespa sobe e rompe novo recorde nominal; dólar cai

O Ibovespa nem bem esquentou no patamar dos 80 mil pontos, que visitou na terça-feira, e já furou uma nova barreira histórica de pontuação nominal. Fechou o pregão de ontem com valorização de 1,70%, aos 81.189 pontos.
O Ibovespa nem bem esquentou no patamar dos 80 mil pontos, que visitou na terça-feira, e já furou uma nova barreira histórica de pontuação nominal. Fechou o pregão de ontem com valorização de 1,70%, aos 81.189 pontos.
Após ter subido pela manhã, o dólar inverteu o sinal e bateu as mínimas da sessão. O dólar à vista fechou em queda de 0,42%, a R$ 3,2136. No mercado futuro, a moeda norte-americana para fevereiro caiu 0,03%, a R$ 3,2300. O giro foi de US$ 15,372 bilhões.
.