Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 17 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura

Notícia da edição impressa de 18/01/2018. Alterada em 17/01 às 22h05min

PIB deve ficar acima de 1% em 2017, estima FGV

Com um crescimento de 0,3% do Produto Interno Bruto (PIB) em novembro, a economia brasileira pode ter crescido mais de 1% em 2017, segundo estimativa da FGV (Fundação Getulio Vargas). A taxa de variação acumulada em 12 meses do PIB chegou a 0,8% em novembro do ano passado, de acordo com o monitor da instituição, que faz uma prévia anterior à divulgação de dados do IBGE.
Contribuiu para isso o consumo das famílias, que teria crescido 0,7% no acumulado em 12 meses até novembro. Os serviços cresceram apenas 0,1% e a indústria caiu 0,1% na mesma comparação.
A agropecuária também teve forte peso no ano, segundo a estimativa da FGV. Sem o setor, o PIB teria crescido apenas 0,2% no mesmo período, 0,6 pontos percentuais a menos.
A pesquisa Focus do Banco Central (BC) divulgada no início do ano também estima crescimento de 1% na economia.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia