Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 15 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Balanços

Notícia da edição impressa de 16/01/2018. Alterada em 15/01 às 22h35min

Receita do Grupo Pão de Açúcar sobe 8,2% em 2017

O Grupo Pão de Açúcar (GPA) apurou receita líquida de R$ 12,5 bilhões no quarto trimestre de 2017, um crescimento de 6,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior. No acumulado do ano de 2017, a companhia varejista registrou uma receita de R$ 44,6 bilhões, expansão de 8,2% ante 2016.
No critério mesmas lojas, que considera apenas unidades abertas há mais de um ano, as vendas do GPA aumentaram 3,5% entre outubro e dezembro na comparação com iguais meses de 2016. A variação leva em conta ajustes para efeitos de calendário e considera, ainda, lojas convertidas da rede de hipermercados Extra para a bandeira de "atacarejo" Assaí.
A companhia registrou queda nas vendas da divisão de negócios que inclui as bandeiras Extra e Pão de Açúcar. O segmento chamado de Multivarejo teve recuo de 0,6% nas vendas líquidas mesmas lojas no quarto trimestre de 2017 em comparação com igual período do ano anterior.
Segundo o GPA, a deflação de alimentos impactou negativamente o crescimento mesmas lojas da bandeira Pão de Açúcar. A empresa destacou a redução de preços de alimentos como frutas, legumes, carnes e produtos sazonais de Natal. A queda dos preços de alimentos tem afetado o varejo porque, conforme relatam as redes, eventuais aumentos do volume de produtos vendidos não têm compensado a queda de preços.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia