Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 14 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Turismo

Notícia da edição impressa de 15/01/2018. Alterada em 14/01 às 20h05min

Visto eletrônico deve elevar em 25% fluxo de japoneses no Brasil

Mudança reduz processo de solicitação e agiliza emissão do documento

Mudança reduz processo de solicitação e agiliza emissão do documento


/VISUALHUNT.COM/DIVULGAÇÃO/JC
Começou a valer na semana passada o visto eletrônico para turistas japoneses que desejam visitar o Brasil. O país asiático é o segundo beneficiado com a iniciativa, que faz parte de um conjunto de ações chamado Brasil Turismo, coordenado pelo Ministério do Turismo (MTur). A Austrália foi o primeiro beneficiado com a medida, em novembro de 2017. De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), medidas de facilitação de viagens podem aumentar em até 25% o fluxo turístico entre os países contemplados. No caso, poderão ser 20 mil turistas japoneses a mais.
Segundo o MTur, o Brasil recebeu 79,7 mil turistas japoneses que injetaram US$ 81,3 milhões na economia nacional. Com o novo visto, os números podem saltar para 100 mil viajantes - 20 mil a mais que o número atual - e US$ 101,6 milhões em receita.
Ainda neste mês, outros dois países serão beneficiados: Canadá, no dia 18, e Estados Unidos, dia 25, encerrando assim a fase inicial dos países considerados estratégicos para o turismo nacional. Com o benefício, todo o período de solicitação, pagamento de taxas, análise, concessão e emissão de visto terá duração de até 72 horas contra os 40 dias necessários anteriormente. A solicitação do visto eletrônico é válida apenas para turismo de lazer ou negócios.
De acordo com pesquisa do MTur, metade dos japoneses que desembarcaram no Brasil tinham nos negócios, eventos e convenções a principal motivação da viagem, e 28% deles veio a lazer. Destes, 67,2% vieram motivados pela natureza, ecoturismo ou aventura, enquanto 18,9% foram atraídos pela cultura.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia