Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 08 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Gestão

Notícia da edição impressa de 09/01/2018. Alterada em 08/01 às 21h20min

Dono da rede Mundo Verde compra Pizza Hut e KFC no Brasil

Depois de investir em negócios com apelo saudável, o empresário Carlos Wizard Martins, dono da rede de varejo Mundo Verde, se volta agora para o mundo do fast food. A família Wizard Martins comprou da Yum! Brands, gigante do mercado de restaurantes no mundo, as operações das marcas Pizza Hut e KFC no Brasil.
Conforme o acordo anunciado ontem, a partir do primeiro trimestre deste ano, a família se tornará a master-franqueada das duas redes no País, ficando responsável por fazer a gestão das marcas, o relacionamento com os atuais franqueados e a expansão das redes no Brasil por unidades próprias e franquias.
A transação inclui 14 unidades do KFC que pertenciam à Yum! Brands. Segundo a família, serão investidos R$ 60 milhões nos próximos cinco anos na abertura de 20 unidades próprias da rede KFC e R$ 75 milhões no mesmo período para a abertura de 35 lojas próprias da Pizza Hut.
A rede de pizzarias tem hoje 180 unidades franqueadas no Brasil. Já a lanchonete especializada em frango frito tem 47 unidades, sendo 33 franquias e 14 lojas próprias KFC.
O valor do negócio não foi divulgado. A família informa apenas que será pago com recursos próprios.
O grupo Sforza, gestora dos investimentos da família Wizard Martins, já controla a rede de comida mexicana Taco Bell Brasil, marca que também pertence à Yum! Brands. "O negócio traz uma série de sinergia e nos dá melhores condições para negociar com fornecedores e shopping centers", afirma Carlos Wizard.
Desde que vendeu o grupo Multi, da rede de escolas de idiomas Wizard, por R$ 2 bilhões para a britânica Pearson, em 2013, o empresário vinha adquirindo negócios como o Mundo Verde, que vende produtos orgânicos, ou escolas de futebol, como a Academia Palmeiras e a Ronaldo Academy.
Ele também comprou as marcas Topper e Rainha em 2015, numa busca pela "saudabilidade", palavra que criou para descrever o movimento de aquisições e investimentos. "Temos investimentos em diversos setores e surgiu a oportunidade de investir em fast food", diz o empresário.
Em meados do ano passado, depois que expirou a cláusula contratual que impedia Wizard Martins de atuar no mercado de ensino de idiomas após a venda do grupo Multi, o empresário voltou a investir no setor. Anunciou em maio de 2017 a aquisição de uma fatia da WiseUp e, no mês seguinte, comprou a Number One.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia