Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 01 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Finanças

Notícia da edição impressa de 02/01/2018. Alterada em 01/01 às 20h56min

Na disputa por clientes, operadoras de cartão aumentam oferta de benefícios diretos

Adoção da medida, para o Contran, ajuda a aperfeiçoar o processo de cobrança e quitação dos débitos

Adoção da medida, para o Contran, ajuda a aperfeiçoar o processo de cobrança e quitação dos débitos


/FRANKIELEON/VISUALHUNT/DIVULGAÇÃO/JC
Os brasileiros já gastam mais de R$ 60 bilhões a cada mês com cartão de crédito e, para intensificar a opção por esse meio de pagamento, as grandes administradoras de cartões estão reforçando os benefícios diretos aos usuários. Os programas de fidelidade continuam em vigor, mas, com vantagens imediatas, as empresas querem estimular o cliente a usar o cartão com sua bandeira em detrimento dos concorrentes. Nessa
disputa, vale tudo: oferecer acesso à pré-venda de ingressos para grandes eventos; desconto em entradas de cinema ou teatro; pagar uma parte da corrida do táxi; ou até oferecer uma sobremesa gratuita em restaurantes parceiros.
Na visão dos gestores dos programas de relacionamento, esse tipo de incentivo faz mais sentido, porque o cliente começa a utilizá-lo assim que tem o cartão em mãos, e não apenas depois de acumular certo número de pontos no cartão. "Os descontos estão agregados aos programas de relacionamento. Esses benefícios - que podem ser na pré-venda, um desconto, parcelamento dos valores ou acesso exclusivo a um evento - geram uma satisfação e reconhecimento dos clientes", avalia Marcelo Labuto, gerente de meios de pagamento do Banco do Brasil (BB).
O BB já oferecia esse tipo de benefício desde 2012, mas foi em 2017 que a estratégia ganhou força. Em 2017, quem tinha o cartão conseguiu acesso à pré-venda de shows disputados, como os do U2 e do Coldplay, além de parcelamento. Em outros, foi oferecido um desconto de 50%.
Já o Itaú Unibanco oferece descontos nos ingressos na rede Espaço Itaú de Cinema e quem tinha o cartão de crédito do banco também teve acesso à pré-venda do Rock in Rio com um preço mais baixo. O Bradesco está oferecendo desconto para quem utilizar o seu plástico na compra das entradas para o Lollapalooza de 2018.
Para os bancos, oferecer esse tipo de benefício tem uma justificativa. Afinal, eles ganham no fluxo de compras e também na relação com as empresas com a qual são parceiros. Em 2017, as compras com cartões de crédito somaram R$ 542,2 bilhões até setembro, alta de 5,5% ante igual período de 2016.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia