Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 08 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 09/01/2018. Alterada em 08/01 às 20h45min

Educação

Há um grande problema que a sociedade está ignorando que é o ensino didático dos alunos das escolas públicas. Estive olhando os cadernos de meu sobrinho e, pasmem, o conteúdo ministrado durante todo o ano não passa de 2 ou três tópicos em cada matéria. Para não ser injusto, fui olhar os cadernos de outros alunos, a mesma coisa, muito pouco conteúdo. Portanto, está na hora de a sociedade parar e pensar que tipo de geração vai querer para o futuro, que tipo de educação as pessoas pagas para ensinar estão despejando nessa gurizada durante um ano inteiro? Não dá para esperar pelo governo e políticos, pois as prioridades para eles são sempre as grandes obras de custo vultosos e de necessidade duvidosa e contam sempre com o voto do ignorante, logo, não haverá interesse sem uma manifestação consciente da sociedade. Não há o que pensar, e sim o que fazer, e rápido, sob pena de nos tornarmos um país de ignorantes. (Osvaldo Padilha, advogado)
Tiro no pé
Será que os integrantes da milícia Lulo-petista não percebem que, com essas ameaças ao TRF-4 no julgamento do Lula, em Porto Alegre, acabam de colocar por terra toda e qualquer possibilidade de absolvição (se é que existe alguma) do líder condenado que apoiam? Depois dessas ameaças, os desembargadores ficam numa "saia justa" para absolver Lula, pois se assim precederam passarão a ideia de que tomaram essa atitude por medo de represálias físicas por parte dos apoiadores do réu. Isso soaria como um atentado explícito contra o poder de decisão da Justiça, que a partir desse precedente ficaria exposta a reações semelhantes por parte de quem discordasse de sentenças judiciais. Por outro lado, esses grupos pró-Lula estão dizendo à sociedade, com essa atitude prepotente, que se ele voltar à presidência vai ter que fazer o que eles querem e não o que o povo quer. Portanto, essa atitude ameaçadora do "exército vermelho do Lula" não passa de um tiro no pé. (Lino Tavares, jornalista)
Versão das notícias
Impressionante como há mídias que preferem a versão das notícias, principalmente na internet, e não o fato. No caso do "corte" de cerca de R$ 1,7 bilhão de emenda para a Educação Básica, logo houve críticas. Mas, ninguém falou dos R$ 14 bilhões para o setor, no Orçamento de 2018, o maior valor da história. A emenda parlamentar (como sempre!) não dizia de onde viriam os recursos. Logo, o Ministério da Educação teria que remanejar recursos de onde? Do seu próprio orçamento. Resolveria mesmo o quê? Tirar de pesquisas? Vamos ser coerentes nas notícias, não divulgando versões. (Maristela de Gomes Rafaeli, Caxias do Sul/RS)
Pobreza musical
Realmente, custei, mas agora me incorporo aos que dizem que a pobreza cultural no Brasil atingiu o limite do intragável. Anitta e Pabllo Vittar serem os melhores cantores do Brasil é de dar dó. (Márcia de Campos, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia