Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 04 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 05/01/2018. Alterada em 04/01 às 21h29min

Frases e personagens

Valter Nagelstein

Valter Nagelstein


LEONARDO CONTURSI/CMPA/JC
"Tudo o que for possível fazer farei para ajudar a resgatar a Porto Alegre de outrora, uma Capital que seja o símbolo e o orgulho de cada gaúcho, onde nossa gente se reconheça um povo feliz." Valter Nagelstein (PMDB), novo presidente da Câmara Municipal. 
"Pretendo dar continuidade à austeridade que vem sendo a marca de muitas gestões no Legislativo, ampliando o diálogo com a cidade e mantendo o Parlamento como santuário da cidadania, sendo um espaço aberto a todas as manifestações, dentro de um ordenamento." Também Valter Nagelstein
"Solicitei ao presidente Michel Temer (PMDB) o apoio da Força Nacional e do Exército para atuarem em conjunto com as forças de segurança municipal e estadual no dia 24. Devido as manifestações públicas de líderes políticos, inclusive de senadores da República, que convocam uma invasão em Porto Alegre, tomei essa medida para proteger o cidadão e o patrimônio público." Nelson Marchezan Júnior (PSDB), prefeito. 
"O prefeito Marchezan não tem nada que pedir tropas federais para Porto Alegre, no julgamento do recurso de Lula, no TRF-4ª Região, dia 24 de janeiro. Isso é atribuição do Estado." Paulo Pimenta (PT), deputado federal. 
"O veto do presidente da República ao investimento na educação básica, que estava aprovado no Orçamento, é mais uma mostra de que o Brasil anda pelo caminho errado. Esse tipo de política serve para manter o nível insuficiente de desenvolvimento do País, perpetuando o baixo grau de complexidade e dinamismo da economia." Claudio Lamachia, presidente nacional da OAB.
"O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) terá R$ 14,05 bilhões de complementação da União garantidos para 2018. A complementação está preservada com ganhos em relação a 2017. Entre 2016 e 2018, aumentamos em R$ 1,5 bilhão a complementação do Fundeb." Mendonça Filho, ministro da Educação.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia