Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 19 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

ACONTECE

Notícia da edição impressa de 19/01/2018. Alterada em 19/01 às 14h42min

Xangri-Lá recebe mostra gratuita de cinema ao ar livre

Evento na praia de Atlântida exibe clássicos como Curtindo a vida adoidado

Evento na praia de Atlântida exibe clássicos como Curtindo a vida adoidado


PARAMOUNT/DIVULGAÇÃO/JC
A praia de Atlântida, no município de Xangri-Lá, recebe, a partir deste sábado, o projeto CineMar, uma mostra cinematográfica ao ar livre. Totalmente gratuito, o projeto oferece a milhares de veranistas a possibilidade de vivenciar a prática do cinema na rua em um grande telão de LED montado na Avenida Central (espaço Las Ramblas). Serão, ao todo, seis dias de exibições gratuitas de 18 longas-metragens do cinema nacional e internacional, distribuídos em três fins de semana consecutivos: neste (clássicos), no próximo (temas trilogia e cinema e literatura) e também em 3 e 4 de fevereiro (cinema de animação e filmes de superação).
Neste sábado, a sessão das 19h terá Uma babá quase perfeita. Já o cultuado Jurassic Park será atração às 21h. Por fim, às 23h, será exibido o ícone de uma geração Curtindo a vida adoidado. No domingo de títulos brasileiros, o primeiro horário terá Lisbela e o prisioneiro. Às 21h, o sucesso Tropa de elite ganha a tela. E a última sessão apresentará A mulher invisível
CineMar é financiado pelo Pró-Cultura RS através do patrocínio da Net Claro, tem apoio da Mosaico Cultural e Conteúdo Gestão Cultural, e realização do Grupo Austral.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia