Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 28 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Leitura

Notícia da edição impressa de 29/01/2018. Alterada em 26/01 às 19h15min

História

A História da Riqueza no Brasil - Cinco séculos de pessoas, costumes e governos segue a cronologia histórica de acontecimentos nacionais e internacionais para escrever sobre o processo de acumulação bens no País. Nesse contexto, a obra passa por colônia, monarquia e república para analisar os cenários econômicos nas diferentes épocas brasileiras, comparando com outros países e interpretando os bancos de dados disponíveis.
Jorge Caldeira assina seu 16º trabalho com a nova obra. Doutor em Ciência Política, mestre em Sociologia e bacharel em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, o autor investiga a formação da riqueza brasileira para atribuir nova dimensão ao papel do mercado interno. "Este livro traz muita novidade, porque o uso da econometria, que é a ciência que mede os números da economia, especialmente da economia do passado, e a antropologia raramente foram utilizados para fazer uma história econômica", diz o autor.
Lançado em outubro de 2017, já acumula elogios, pois não possui tabelas e dispensa o "economiquês". A obra é destinada a todos interessados na leitura histórica. "O livro de Jorge Caldeira só não é inteiramente surpreendente para quem já leu seus livros ou ensaios anteriores. Na verdade, ele muda o eixo de apreciação da história do Brasil", diz Fernando Henrique Cardoso. 
A História da Riqueza no Brasil - Cinco séculos de pessoas, costumes e governos; Jorge Caldeira; Editora Estação Brasil; 624 páginas; R$ 45,90

Direito

Direito de Empresa, a nova obra de Arnaldo Rizzardo, advogado gaúcho integrante da Academia Brasileira de Direito Civil, aborda sistematicamente os temas relativos ao direito privado brasileiro. Trata-se de uma coleção sobre o direito civil codificado e a legislação extravagante, que compõe títulos como Introdução ao Direito e Parte Geral do Código Civil, Direito das Obrigações, Direito das Coisas, Contratos, Direito de Família, Direito das Sucessões, Títulos de Crédito, Direito de Empresa e Responsabilidade Civil. "Unindo-se as pessoas para a prática da atividade, ou para a produção de bens, ou para a prestação de serviços, ocorre o fenômeno da sociedade empresarial, ou da empresa", introduz o autor.
O dinamismo da legislação brasileira e da direção do Código Civil, como também os princípios adquiridos pela Constituição Federal de 1988 são características que imprimem a visão atual para o desenvolvimento dos assuntos da obra. Porém Rizzardo se preocupa em introduzir o leitor aos primórdios das sociedades comerciais no mundo e à consolidação das primeiras grandes empresas.
"O comércio criou uma nova classe de pessoas, concentrada nos comerciantes e donos de incipientes indústrias, que despertaram maior interesse e valorização do que as classe da nobreza, concentrados no domínio de terras", situa. O livro é fruto da vivência de Rizzardo com o Direito, caracterizado pela abordagem de temas do Direito de Empresas.
Direito de Empresa; Arnaldo Rizzardo; Editora Forense; 1.056 páginas; R$ 259,00

Projeção

Este livro, publicado anteriormente em dois volumes, Estatística 1 e Estatística 2, recebe nova edição com enfoque mais abrangente, contemplando as necessidades dos cursos de Economia, Administração, Ciências Contábeis e outras disciplinas que buscam o conhecimento estatístico para o desenvolvimento de suas habilidades. Aos que dão seus primeiros passos no estudo dos fenômenos coletivos, Estatística serve como um manual básico de conceitos, processos e aplicações na área das projeções. Estruturado em 17 capítulos, é apresentado no início de cada um o objetivo específico de aprendizagem, comentário dos autores, além de exercícios e explicações sobre o tema.
O conteúdo da obra abrange a Estatística Descritiva, que aborda a construção, a apresentação e a interpretação de aspectos relevantes de fenômenos coletivos, com suas tabelas, medidas e gráficos; e a Estatística Indutiva, construída com base no conceito de probabilidade, apresentando os modelos matemáticos que permitem algum controle sobre os fenômenos aleatórios.
Através do conhecimento dos autores Afrânio Carlos Murolo, Ermes Medeiros da Silva, Elio Medeiros da Silva e Valter Gonçalves, as informações obtidas com a leitura da obra são de grande importância no estudo de fenômenos biológicos, administrativos, controle de qualidade, pesquisas de opinião e muitos outros.
Estatística Vol. Único; Afrânio Carlos Murolo Ermes Medeiros da Silva, Elio Medeiros da Silva e Valter Gonçalves; 384 páginas; Editora Atlas,
R$ 110,00
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia