Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

CORRIGIR

Reforma da Previdência

29/12/2017 - 13h20min. Alterada em 16/02 às 19h05min

Nada está sendo condicionado à liberação de créditos, diz Gilberto Occhi

O presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, rechaçou a hipótese de que o governo estaria chantageando governadores a conseguir apoio à reforma da Previdência em troca de liberação de crédito dos bancos públicos. "Ninguém está condicionando nada (à liberação de créditos). Nunca recebemos de ninguém condicionamento do Palácio do Planalto", disse o presidente do banco após evento para concessão de créditos de R$ 951 milhões a projetos de saneamento em quatro Estados.
Occhi argumentou que o banco segue trabalhando para liberar mais recursos para projetos do setor público. "Estamos assinando contrato hoje e ainda vamos assinar contratos amanhã (sábado, dia 30). Ainda é um último dia para empenhar, contratar", enfatizou.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia