Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 21 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

eleições 2018

Notícia da edição impressa de 22/12/2017. Alterada em 21/12 às 21h46min

Em tom eleitoral, Meirelles ataca 'populismo e os oportunistas'

Em tom de pré-campanha, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, estrela a propaganda partidária do PSD, que foi ao ar nesta quinta-feira, mesclando a própria biografia de educado em "escola pública" que chegou ao topo graças à competência, ataques ao "populismo e oportunistas", sem citar nomes de adversários potenciais nas urnas, e frases típicas de candidato, como "sempre dá para fazer mais".
Nos poucos minutos em que Meirelles não aparece no vídeo, populares dão depoimentos sobre como a vida começa a melhorar nos últimos tempos com o início de uma retomada econômica. Apesar do formato, o ministro nega que a peça tenha "conotação de disputa eleitoral". "Sou filiado ao partido, que pediu que eu falasse sobre todo o trabalho que estamos fazendo, e é exatamente o que fizemos", despistou ao falar com jornalistas nesta quinta-feira.
O ministro reafirmou que só tomará uma decisão sobre candidatar-se à Presidência entre março e abril de 2018.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia