Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Câmara de Porto Alegre

Alterada em 20/12 às 17h24min

Servidores lotam galerias da Câmara em protesto contra projeto do Executivo

Servidores - paralisados nesta quarta - estiveram em peso no plenário da Câmara

Servidores - paralisados nesta quarta - estiveram em peso no plenário da Câmara


ELSON SEMP/CMPA/DIVULGAÇÃO/JC
Os servidores municipais marcaram presença na sessão ordinária desta quarta-feira (18) na Câmara de Vereadores de Porto Alegre. Lotando as galerias do plenário, a categoria - que está paralisada nesta quarta-feira - foi protestar contra a possibilidade de votação de um projeto de lei que prevê alterações no regime de trabalho dos servidores.
No entanto, ainda nesta manhã, durante reunião para a análise e votação de pareceres de processos que estão em tramitação no Legislativo, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal de Porto Alegre, vereador Mendes Ribeiro (PMDB), já havia informado que o projeto de lei, de autoria do Executivo municipal, deve entrar em discussão apenas no ano que vem.
O motivo disso é que começa neste sábado (23) o recesso parlamentar - que prevê a interrupção das sessões plenárias e das reuniões das comissões permanentes até 31 de janeiro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia