Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 19 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Espanha

Notícia da edição impressa de 20/12/2017. Alterada em 19/12 às 22h39min

Campanha na Catalunha chega ao fim

Partidos políticos a favor e contra a independência da Catalunha fizeram ontem seus últimos esforços de campanha para as eleições regionais, marcadas para amanhã. O pleito será realizado sob condições excepcionais, uma vez que foi convocado pelo governo espanhol quando tomou o controle da Catalunha após o Parlamento regional declarar independência, em outubro.
Diversos membros do gabinete destituído, incluindo o ex-presidente catalão Carles Puigdemont, estão fazendo campanha em Bruxelas, onde encontraram refúgio após a Justiça espanhola mandar prender funcionários do governo catalão sob a acusação de rebelião.
Pesquisas recentes indicam que a eleição será acirrada, com o ex-vice-presidente da Catalunha Oriol Junqueras, do partido de esquerda ERC, Puigdemont e Ines Arrimadas, do partido Ciutadans, na disputa, mas nenhum grupo deve conquistar maioria.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia