Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 13 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

relações internacionais

Notícia da edição impressa de 14/12/2017. Alterada em 13/12 às 22h22min

Tillerson fala em diálogo 'sem precondições' com a Coreia do Norte

O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, mudou o tom sobre possíveis negociações com a Coreia do Norte. Na avaliação dele, "não seria realista" esperar que um país com armas nucleares vá para a mesa de negociações disposto a desistir de um programa no qual ele investiu tanto para desenvolver. Ele disse, ainda, que o presidente Donald Trump apoia sua posição.
As declarações de Tillerson foram dadas na terça-feira, duas semanas após a Coreia do Norte realizar um teste com um míssil que poderia levar uma ogiva nuclear para território dos Estados Unidos. "Estamos dispostos a conversar a qualquer hora que a Coreia do Norte queira. E estamos prontos para ter uma primeira reunião sem precondições", afirmou.
Porta-voz do Ministério da Unificação de Seul, Baik Tae-hyun disse que o diálogo pode ser positivo, caso contribua para se encontrar uma solução pacífica para o problema. Segundo ele, Washington e Seul mantêm uma posição firme de que as armas nucleares norte-coreanas não podem ser toleradas e devem ser totalmente descartadas de maneira pacífica.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia