Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 12 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Notícia da edição impressa de 13/12/2017. Alterada em 12/12 às 22h58min

Relatos de abusos são 'fabricados', afirma Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou o Twitter ontem para rebater acusações de que tenha cometido abusos sexuais, após depoimento de três mulheres em entrevista à rede NBC. "Apesar de milhares de horas e milhões de dólares gastos, os democratas não conseguiram mostrar qualquer conluio com a Rússia - então, agora, passam a falsas acusações e histórias fabricadas de mulheres que não conheço ou com quem nunca me reuni", afirmou.
Na segunda-feira, a rede NBC contou a história de três mulheres - Jessica Leeds, Samantha Holvey e Rachel Crooks -, que pediram que o Congresso investigue o comportamento de Trump. Dezesseis mulheres já apresentaram publicamente acusações contra ele.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia