Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 11 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Geral

CORRIGIR

Serviços

Alterada em 11/12 às 16h18min

Desligamento da TV analógica na Região Sul será em 31 de janeiro de 2018

Agência Brasil
O sinal de TV analógica será desligado no dia 31 de janeiro de 2018 nas capitais dos três estados da Região Sul - Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre. Nesta segunda-feira (11), o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, entrega kits gratuitos de TV digital a beneficiários de programas sociais em Florianópolis.
Compostos por conversor de sinal, antena e controle remoto, os kits destinam-se a famílias inscritas no Cadastro Único do Governo Federal. A previsão é que sejam distribuídos até 50 mil unidades no estado de Santa Catarina.
Além das capitais, a TV analógica será desligada no dia 31 de janeiro em mais quatro municípios catarinenses, em 26 do Paraná e em 88 do Rio Grande do Sul.
Segundo o cronograma do Grupo de Implantação do Processo de Distribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, as próximas capitais onde o sinal será desligado são Aracaju e Belém. A previsão de desligamento é para o dia 31 de maio.
O sinal analógico de TV deve estar totalmente desligado no país até o final de 2018.
De acordo com a Anatel, o desligamento do sinal analógico "permite a liberação da faixa de 700 MHz (4G) para transmissões de banda larga e telefonia móvel, com velocidade de conexão e melhor recepção em ambientes fechados".
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia