Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 06 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Violência

Notícia da edição impressa de 07/12/2017. Alterada em 06/12 às 22h29min

Prefeitura da Capital exonera funcionário acusado de estupro

Um funcionário público (cargo em comissão) da prefeitura de Porto Alegre foi exonerado ontem depois de ter sido detido em flagrante pela Polícia Federal (PF), na madrugada de segunda-feira. Ele é acusado de estupro de vulnerável.
 
Em nota, a Polícia Federal relatou que a mãe da menina, de apenas seis anos de idade, contou que "o ato libidinoso teria ocorrido durante voo entre Guarulhos e Porto Alegre, enquanto a criança dormia".
 
De acordo com a PF, o homem, cuja identidade não foi revelada, tem 49 anos e já trabalhou como professor de Língua Portuguesa em escolas da Capital. A Justiça Federal determinou sua soltura no início da noite de ontem, sob o argumento de que ele possui bons antecedentes, tem residência e emprego fixos, e não tem passagens policiais. O homem foi liberado sob o uso de tornozeleira eletrônica.
 
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia