Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 03 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Segurança pública

Notícia da edição impressa de 04/12/2017. Alterada em 03/12 às 20h15min

Frente nacional de prevenção à violência inicia debates no Rio Grande do Sul

Presidida pela deputada federal Yeda Crusius (PSDB-RS), a Frente Parlamentar Mista de Prevenção à Violência terá sua primeira reunião hoje. O primeiro de dez encontros será no Rio Grande do Sul, às 8h30min, no Plenarinho da Assembleia Legislativa. No total, mais de 270 congressistas participarão dos debates. O Brasil encerrou 2016 com mais de 61 mil mortes violentas, o equivalente a sete assassinatos por hora.
Serão cinco encontros regionais e cinco nacionais. A reunião no Rio Grande do Sul tem como objetivo apontar caminhos para o futuro a partir de bons exemplos e experiências. Serão promovidos painéis sobre educação, com a secretária estadual do Desenvolvimento Social, Maria Helena Sartori; sobre saúde, com a secretária de Saúde de São Lourenço do Sul, Arita Bergmann; sobre justiça, com o cientista político e ex-secretário estadual da Justiça e Inclusão Social, Fernando Schüler; e sobre gestões municipais, com a prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas. Também confirmaram presença o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, e os secretários de Segurança do Estado, Cezar Schirmer, e de Porto Alegre, Kleber Senisse.
A intenção é, ao final das dez discussões, criar um programa nacional de prevenção à violência. As ações podem se somar ao programa do Ministério da Justiça que trata de segurança pública. "A Frente Parlamentar Mista de Prevenção à Violência tem dois principais objetivos: expor projetos que lidam com esse setor e selecionar projetos de lei que possam fazer o enfrentamento da questão da violência", afirma Yeda.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia