Porto Alegre, sexta-feira, 22 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Presidente do Peru nega acusações e Congresso rejeita pedido de impeachment

O presidente peruano Pedro Pablo Kuczynski (olhando para cima) apresentou na quinta-feira (21) sua defesa na sessão do Congresso na qual foi votado seu processo de impeachment, em Lima. Kuczynski negou as acusações e disse que o processo foi baseado em uma mentira. "Enfrento de pé esta acusação falsa, movida por um desejo inconstitucional de me afastar do poder. Está em suas mãos salvar a democracia ou afundá-la para sempre. O que está em jogo não é meu destino, e sim o da democracia que tanto nos custou recuperar", declarou. Após quase 14 horas de sessão, o Congresso peruano não conseguiu votos suficientes para o impeachment do presidente. Eram necessários 87 votos dos parlamentares. No entanto, o plenário contabilizou 78 votos a favor da saída do presidente peruano, 19 contra e 21 abstenções.
 

FOTO ERNESTO BENAVIDES/AFP/JC
22/12/2017 - 12h53min