Porto Alegre, quarta-feira, 20 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Apreensão de mercadorias gera protesto de ambulantes no Centro Histórico

Depois de a prefeitura de Porto Alegre realizar a apreensão de mercadorias de vendedores ambulantes no Centro Histórico, os camelôs reagiram com protesto na manhã desta terça-feira (19). Contêineres de lixo foram virados, e manifestantes atearam fogo a caixas de frutas, obstruindo a passagem de veículos na avenida Salgado Filho, esquina com a avenida Borges de Medeiros, por cerca de duas horas. A via foi liberada apenas quando os ambulantes receberam a garantia de um diálogo com o governo municipal. No início da tarde, representantes dos camelôs foram recebidos no Paço Municipal pelos secretários de Segurança, Kléber Senisse, e de Desenvolvimento Econômico, Leandro de Lemos. Na reunião, ficou determinada a criação de um grupo de trabalho com representantes dos ambulantes e da prefeitura, que discutirá a regularização da atividade.
 

FOTO BRUNA SUPTITZ/ESPECIAL/JC